Há diversos tipos de freio e, independente do tipo que você utiliza em seu automóvel, é comum que com o tempo haja um desgaste natural do sistema de frenagem. Sendo assim, você deve estar preparado para fazer a substituição de pastilhas de freio, de lonas, discos, do fluído do freio e também dos tambores.

Para entender quais os tipos de freio que um carro pode ter, como eles funcionam e quais cuidados devem ser tomados, confira nosso conteúdo!

Quais são os tipos de freio de carro?

Há vários tipos de freios, como o freio de mão, que te ajuda a estacionar; os freios ABS com sistema de frenagem antitravamento; e os freios a disco e a tambor, que são os mais comuns.

Confira um pouco mais sobre cada um deles: 

Freio de mão

Este é o tipo de freio mais conhecido, chamado também de freio de estacionamento ou freio mecânico. Seja qual for o nome dado à ele, este é um componente essencial para a segurança dos automóveis.

Como funciona o freio de mão

Sendo um tipos de freio mais importantes do automóvel, o freio de mão é utilizado sempre que o motorista quer estacionar. Esse item também é totalmente independente dos principais sistemas do veículo. 

O freio de mão possui um sistema de cabos de aço que são ativados por uma alavanca que é acionada. Ao puxar o freio, você trava as rodas traseiras do carro. Esse tipo de freio é muito utilizado em locais planos ou em descidas íngremes.

Freio ABS

Já o freio ABS é um dos tipos de freio mais seguros, pois ele trava totalmente o automóvel, mesmo se você estiver em alta velocidade e precisar frear bruscamente. 

Como funciona o freio ABS

O sistema desse tipo de freio detecta uma forma de frenagem que é aplicada nas quatro rodas do veículo. Por causa disso, o freio ABS corrige qualquer problema que pode fazer o carro derrapar, sendo uma peça essencial para evitar acidentes. 

Freio a disco

A maioria dos automóveis produzidos no Brasil sai de fábrica com freio a disco. Esse é um dos tipos de freio usado nas rodas dianteiras.

Imagem mostrando que entre os tipos de freio está o freio a disco

O freio a disco é um dos tipos de freio que funciona por um sistema hidráulico.

Como funciona o freio a disco 

Este tipo de freio funciona a partir de um sistema hidráulico. As pastilhas comprimem um disco que está ligado à roda e fazem a roda parar de acordo com a fricção realizada. 

Freio a tambor 

O freio a tambor se conecta com as rodas. Este freio fica parado por calços ou lonas e é ativado de maneira hidráulica, causando pressão contra o tambor e contra as rodas. 

Como funciona o freio a tambor

Quando você utiliza o freio a tambor, há a expansão dos pistões hidráulicos, causada pela transmissão do fluido. Isso empurra as placas (também conhecidas como sapatas) de fricção do carro contra o tambor que fica na lateral da roda. 

Quais cuidados tomar com o componente?

Independente de qual dos tipos de freio, esse é um item muito importante para a segurança do automóvel. Portanto, é importante que você faça a manutenção preventiva, tome cuidado com a troca e peça ajuda a um profissional da sua confiança para que faça o serviço. Também é importante seguir as demais dicas: 

Troque as pastilhas de freio

A orientação do Centro de Experimentação e Segurança Viária do Brasil (Cesvi – Brasil) é a seguinte: a troca das pastilhas de freio precisa ser realizada sempre que a espessura das pastilhas estiver abaixo de 2 mm. Isso evitará problemas com a segurança do automóvel.

Preste atenção nos discos de freio 

Os discos de freio do carro também merecem a sua atenção. Se eles estiverem dentro do limite, você poderá condicioná-los. Caso o contrário, você deverá substituí-los.

Imagem de um profissional mostrando a manutenção desses tipos de freio

Independente de qual dos tipos de freio está dando problema no seu carro, é importante fazer a manutenção preventiva de outros componentes.

Tenha cuidado com as novas pastilhas de freio

Para não perder a eficiência dos freios quando precisar acioná-los, você deve andar mais devagar após colocar novas pastilhas. Isso porque o assentamento preciso só ocorrerá após 500km rodados (métrica para em regiões urbanas).

Fique de olho no eixo traseiro do automóvel

Os freios das rodas dianteiras desgastam-se mais. No entanto, é importante que você fique de olho nos componentes do eixo traseiro. Não coloque a sua segurança e nem da sua família em risco. 

O fluido do freio deve ser trocado?

O fluido do freio deve ser trocado a cada dois anos. Essa manutenção é importante para evitar que o fluido absorva a umidade e forme bolinhas de água que podem fazer a substância ferver.

Portanto, quando realizar a manutenção no freio do seu automóvel, você já sabe que é importante ver se está na hora de trocar o fluido do freio, não é verdade? Para evitar prejuízos com o seu carro, não deixe de observar esse item que é tão importante!  

Agora que você já sabe quais são os tipos de freio, poderá ficar mais atento à manutenção preventiva e à revisão do seu automóvel. Para que todos os componentes do seu carro tenham um bom desempenho, utilize uma bateria automotiva que garanta o melhor desempenho.

Quer conferir outras dicas automotivas? Veja como funciona o piloto automático do veículo!

 

botão que leva até o mourafacil.com