Os fusíveis protegem os circuitos elétricos do automóvel contra a sobrecarga. Eles são dispositivos de segurança que ajudam a sua bateria e outros componentes eletrônicos a funcionar. Quando há um fusível queimado, você pode ter uma pane elétrica no carro e ficar na mão.

O fusível é tão importante que cada circuito do automóvel tem o seu próprio. Quando há um fusível queimado, isso pode fazer um fio sobrecarregar, derreter e pegar fogo. 

Neste post, vamos mostrar o que pode causar um fusível queimado e quais são os defeitos mais comuns provocados por esse dispositivo que é tão importante para o seu automóvel.

E então, quer aprender um pouco mais sobre mecânica? Acompanhe com muita atenção o nosso artigo!

imagem de um multímetro para testar fusível queimado

Uma boa maneira de testar fusível queimado é utilizando um multímetro.

Como testar fusível com multímetro

Para testar fusível com multímetro, é necessário que a voltagem seja verificada nos dois pólos sem desconectar o fusível. O multímetro deve ser posto em corrente contínua e o terminal preto deve ser conectado ao negativo da bateria. Ao acionar o freio de estacionamento e girar a ignição ON, os dois lados devem indicar 12 volts.

Quando um fusível está bom ou ruim?

Depois de você fazer o teste como mencionamos no tópico anterior, verifique se os lados do fusível mostram 12 volts. Neste caso, a peça está boa. No entanto, se um lado há 12 volts, branco, e o outro não mostra tensão é sinal de que você encontrou um fusível queimado.

O que pode queimar um fusível?

Um fusível pode explodir se um componente consome uma corrente elétrica mais alta do que a projetada. No entanto, há outras situações que podem queimar um fusível. Veja:

  • Quando um objeto de metal cai dentro do soquete de isqueiro;
  • Quando você instala uma lâmpada errada nos faróis do automóvel;
  • Quando um cabo passa em cima do outro;
  • Quando a sua bateria está arriada.

Como saber se o fusível está queimado? 

Se você tem suspeita de fusível queimado, o melhor a fazer é buscar um técnico de sua confiança para tentar solucionar o problema. 

Testar ou tentar consertar o fusível por conta própria, quando você não possui o conhecimento específico para isso, pode ser bastante complicado e perigoso. Afinal, você está mexendo com a parte elétrica do seu veículo.

Fusível queimado pode causar pane elétrica?

Um fusível queimado pode, sim, provocar uma pane elétrica em seu automóvel e fazer até o carro pegar fogo.

Uma dica para você não passar por situações desagradáveis é verificar sempre os fusíveis na manutenção preventiva. Também é importante ter alguns de reserva para casos de emergência. Afinal, você não quer ficar no meio do caminho e sem os seus faróis em uma viagem noturna, não é mesmo? 

Também fique de olho no fusível que queima várias vezes. Se vários queimarem ao mesmo tempo, você poderá ter uma sobrecarga nos componentes do automóvel, inclusive na bateria. Nessa situação, o melhor que você tem a fazer é levar o carro a uma oficina mecânica ou auto center para verificar o fusível.

imagem de um carro com fusível queimado

Realizar manutenção preventiva para evitar fusível queimado é muito importante. Outra dica é ter sempre alguns fusíveis reserva para não ficar na mão.

Se o seu automóvel é mais moderno, pode ser que não tenha tantos problemas com fusíveis. Entretanto, fique sempre de olho na peça

Dicas que evitam a queima do fusível

Os fusíveis envelhecem como qualquer outro componente do automóvel. Com o tempo, eles param de funcionar. Um fusível queimado indica que algo está errado no seu circuito de energia. Se você tiver problemas para o seu carro funcionar e este for o fusível queimado, consulte o manual do proprietário do veículo antes de trocar a peça. 

Se o fusível queimado for o que alimenta o rádio ou qualquer outro sistema não essencial do carro, escolha um fusível de mesma amperagem para substituir o que está com defeito. Se, depois da instalação, o fusível substituto queimar e você tiver certeza que a amperagem está correta, provavelmente o problema está em outra parte do sistema elétrico do automóvel.

Portanto, dê uma olhada em sistemas como a bateria automotiva. Veja se ela ainda está na validade, faça o teste para saber se está descarregada e caso precise trocá-la, acione um serviço como o Moura Fácil. Opte também por uma peça de qualidade para que você não tenha problemas elétricos ou eletrônicos. 

Cuide da manutenção do seu automóvel e evite uma rotina estressante! 

Gostou do conteúdo? Leia o nosso próximo artigo e veja a duração da bateria automotiva!