A bateria arriada é uma bateria que não dá partida no carro. Muitos condutores já passaram por esse problema. Porém, isso não é o fim do mundo. É preciso entender porque a bateria do carro arriou, para saber o que fazer e resolver a situação da melhor maneira possível. Em muitos casos, a descarga é resultado do fim da vida útil da bateria, e aí a troca por uma nova é inevitável.

Então, se você sempre quis saber o que deixa a bateria arriada e quais as soluções para o problema, continue com a gente e acompanhe o nosso post! 

O que pode deixar a bateria arriada?

Veja agora os motivos mais comuns que causam o problema da bateria arriada: 

Esquecer a chave na ignição

Alguns condutores acabam cometendo o erro de esquecer a chave na ignição do automóvel. se a chave estiver girada na primeira etapa (antes de dar a partida), seja por esquecimento ou por deixar algum equipamento ligado, isso poderá resultar na bateria arriada. O carro está desligado, mas a bateria está sendo consumida normalmente.

Deixar faróis e luzes internas acesas

Os faróis e as luzes acesas também são algumas causas da bateria arriada. É muito comum, por falta de atenção, o condutor esquecer esses itens ligados e sair do veículo. Como muitos carros mantém os faróis acesos por algum tempo quando é trancado, é comum que você não perceba quem esqueceu o item aceso, e só descobriu quando já era tarde demais.

A luz interna também é um problema, especialmente para quem é esquecido ou não entendem a função dos botões que ajudam a ligar e a desligar automaticamente as lâmpadas internas. Quando essa situação se repete várias vezes, a sua bateria arriada será um problema recorrente.

homem preocupado com a bateria arriada

Aprender a considerar os sinais é uma postura importante para estar atento a problemas como o da bateria arriada.

Ouvir música com o carro desligado

Você pode dirigir seu automóvel durante horas na estrada e com o som alto, isso não é nenhuma preocupação. No entanto, quando o carro está desligado, algo simples como o sistema de som pode consumir a bateria em questão de horas. Por isso, é preferível que você ligue o som ou outros dispositivos eletrônicos apenas quando o motor estiver ligado.

Andar com a bateria vencida

Se a bateria é velha, está na hora de trocá-la. A vida média de uma bateria automotiva não costuma passar de 3,5 anos. É praticamente impossível driblar o problema depois que a peça dá sinais de que está na hora de trocá-la. Neste caso, a melhor forma de poupar dores de cabeça é simplesmente trocar a bateria para uma nova.

Esquecer de dar manutenção no alternador

O problema no alternador é a causa mais comum da bateria arriada. E também é o reparo mais caro a se fazer. Quando o alternador não funciona corretamente, ele deixa de carregar a bateria. E como saber se é o alternador? Depois que o motor gira, toda a energia para as fagulhas de ignição e para os demais componentes elétricos do veículo vêm do alternador. 

Por isso, é importante você observar o “comportamento” do carro. Se ele morre enquanto você o dirige ou se as luzes do painel apagam ou ficam fracas, pode apostar que o problema está no alternador. 

O que o proprietário do carro deve fazer em cada momento?

Listamos algumas das principais ações a serem tomadas no caso de sua bateria ter arriado. Confira:

Confira se você desligou todos os itens do automóvel

Para a sua bateria não arriar você deve desligar todos os itens do seu automóvel. Portanto, ao chegar do trabalho ou de uma viagem, verifique se as luzes internas estão acesas. Veja também os faróis, o rádio e qualquer outro dispositivo que possa deixar a bateria arriada. Tome esses cuidados e evite problemas da próxima vez que virar a chave do carro.

Acione o guincho para rebocar o carro

Caso você esteja em viagem ou até mesmo no trabalho, e a sua bateria arriar, acione o guincho. Reboque o carro até uma concessionária e peça ao mecânico para dar uma boa examinada na bateria. Com o auxílio técnico você saberá se a peça arriou por mau uso ou se realmente está na hora de adquirir uma bateria nova.

Conte com bons especialistas

mecânico arrumando uma bateria arriada

É sempre bom conhecer profissionais confiáveis para resolver problemas como estar com a bateria arriada.

Procure sempre pela assistência especializada para trocar a sua bateria. Converse com os amigos e busque referências de oficinas mecânicas, auto center ou lojas de automóveis que contam com serviços de reparo e manutenção. Evite que você tenha outros prejuízos com o seu veículo e se for preciso comprar outra bateria, você pode achar a revenda mais perto de você e recebê-la dentro de instantes!

Solicite a troca de bateria pela plataforma Moura Fácil

Essa dica é para você que não quer perder tempo e resolver o seu problema. A Moura disponibiliza um serviço oficial no site mourafacil.com, para você solicitar a troca da sua bateria arriada ou comprar a primeira bateria do seu automóvel. Basta acessar o site, buscar por sua cidade e conferir o modelo do seu automóvel. 

No site mourafacil.com, há uma lista de cada modelo automotivo e a bateria que ele utiliza. Desta maneira, você também não irá errar na escolha da peça.

As vantagens de contar com esse serviço é que ele é simples, rápido e seguro. Em poucos cliques você compra a sua bateria automotiva e para a capital São Paulo, você a recebe em apenas 45 minutos. Além disso, a entrega e a instalação da peça são totalmente gratuitas e com a garantia que só a Moura oferece para você.

Além do site mourafacil.com, você também pode ligar para o 4020.1712 e pelo preço de uma ligação local solicitar a troca da bateria arriada. O atendimento funciona de segunda a sexta-feira, das 7h às 22h30 e aos sábados, das 8 às 18 horas.

Por que não fazer a chupeta no veículo?

Quando você descobre a bateria arriada em seu automóvel, a primeira a coisa que você pensa é fazer a transferência de carga, ou seja, a famosa chupeta. Mas você sabia que essa ponte pode danificar vários componentes eletrônicos do carro? Inclusive, este método é totalmente desaconselhado pelas montadoras e demais empresas automotivas.

A explicação é simples: hoje, os automóveis têm muita eletrônica embarcada. São itens que vão desde o rádio potente ao sensor de estacionamento. Portanto, se você realiza a chupeta, pode queimar a central de injeção eletrônica, os reguladores de tensão e até mesmo todas as peças eletroeletrônicas do veículo. Já pensou no tamanho do prejuízo?

Portanto, o certo é fazer o que ensinamos no tópico anterior deste artigo. Evitar a bateria arriada, ou se isso acontecer, solicitar ajuda de uma empresa especializada. Até porque, a bateria deve ser retirada e recarregada em dispositivos fora do vão do motor do veículo. O especialista também deve analisar se o alternador do seu automóvel está em perfeitas condições.

Por isso, quando a bateria estiver arriada nada de seguir o conselho popular e fazer a chupeta. Outro problema é que o procedimento é perigoso e só poderia ser feito por quem realmente entende do assunto e está ciente das normas de segurança. Afinal, entre substituir uma bateria e adquirir uma nova e correr riscos de acidentes com o seu automóvel e do amigo, é melhor contar com uma peça novinha, não é verdade?

Agora que você já sabe as causas da bateria arriada e também nós demos algumas dicas sobre o que fazer,  você ficará mais tranquilo (a) se algum imprevisto acontecer com o seu carro, não é verdade? No entanto, para evitar qualquer tipo de aborrecimento, siga as dicas deste post e fique de olho no tempo da bateria do seu automóvel!

botão que leva até o mourafacil.com
 

Gostou do nosso artigo? Quer ler mais conteúdos como este? Continue acessando o nosso site e confira mais dicas automotivas!