Você que é proprietário de uma frota de caminhão precisa entender o que significa PBT do veículo. Há, ainda, outras siglas como T e L que são fundamentais para que a mercadoria seja transportada com segurança para várias regiões do País. 

Também é importante que você saiba que todo veículo pesado e que circula no País precisa informar esses três parâmetros. Isso é o que determinam o Código de Trânsito Brasileiro (CTB) e a Resolução 290/2008 do Conselho Nacional de Trânsito (Contran).

No entanto, para que você tire todas as suas dúvidas sobre o assunto, a Moura preparou este post. Aqui, você vai descobrir tudo sobre Tara (T), Lotação (L) e Peso Bruto Total (PBT). 

 

E então, quer ficar bem informado com a gente? Siga com a leitura! 

 

O que diz a lei sobre essas siglas? 

Como já dissemos, todo veículo pesado precisa obedecer certos parâmetros que são determinados no CTB e o PBT também é um deles. Portanto, a lei exige que caminhões e ônibus tenham uma placa que identifique essas três medidas. 

É importante que a placa seja padronizada para facilitar a visualização da fiscalização. Se a sua frota de veículos for nova, os fabricantes e importadores terão que fornecer essas plaquetas. 

 Já se os seus caminhões forem antigos, você deverá regularizar a sua  frota seguindo os padrões determinados pelo CTB. Assim, a identificação deverá ser feita com uma tinta que resiste ao tempo. 

Uma boa dica é usar cor amarela contrastando com um fundo preto. Note que as letras e os números devem ter 30 milímetros de altura. 

 

Afinal, o que é Tara (T)?

Talvez você tenha escutado falar sobre “Peso Morto”. Então, a Tara é nada mais, nada menos que o peso do veículo sem a carga. E como a medida é calculada? Bem, são somados os pesos do chassi, do motor, dos componentes mecânicos do veículo. 

Também entram neste cálculo a pesagem do combustível, do óleo lubrificante, das ferramentas e dos equipamentos adicionados ao automóvel, do sistema de arrefecimento, dos estepes e dos itens de segurança. 

 

O que é Lotação (L)?

A Lotação nada mais é que a carga útil. Em outras palavras, é o peso que o caminhão pode carregar. A L inclui, além da carga máxima, o motorista e os passageiros, no caso de ônibus.

No caso dos caminhões, a lotação é indicada por quilogramas e nos ônibus, pelo número máximo de pessoas. 

 

Como é composto o Peso Bruto Total (PBT)? 

 

foto mostrando um caminhão na altura das rodas

O PBT é fundamental para evitar surpresas desagradáveis.

 

O PBT é definido pela soma da Tara e a Lotação. O PBT total é a capacidade que o caminhão tem de controlar o peso que é transferido para as rodovias. Também podemos definir o PBT como a capacidade máxima de transporte do caminhão

Portanto, segundo o Departamento Nacional de Trânsito (Denatran), a Portaria nº 63/2009 é que define  a quantidade e os tipos de eixos dos pesos brutos máximos de cada veículo. 

 

O que é Peso Bruto Total Combinado (PBTC)? 

O Peso Bruto Total Combinado é a soma dos Pesos Brutos Totais do caminhão com os semirreboques e reboques ou trator. Assim, o PBTC é o PBT quando os cavalos mecânicos são combinados com o reboque ou a soma do caminhão com o peso máximo que pode carregar.

 

Quanto é o PBT dos caminhões leves e simples? 

Os caminhões que possuem até 14 metros de comprimento e que têm dois eixos ou conjuntos de eixos tem PMT máximo de 25,5 toneladas. São veículos de bloco único e não possuem articulação entre cabine e a carroceria. 

 

Como fica o PBT para caminhões de carga pesada? 

 No caso de caminhões de carga pesada, a capacidade da carga varia de acordo com o implemento aplicado. 

Esses caminhões são as unidades tratoras compostas de cabine, acopladas no chassi, também conhecida de quinta roda, em que é possível conectar um semirreboque para o transporte de carga. 

 

O que é Capacidade Máxima de Tração (CMT)? 

A sigla CMT se refere ao peso máximo que a unidade de tração pode tracionar. Isso inclui o PBT da unidade de tração, que é limitado pelas condições de geração e multiplicação do momento de resistência dos elementos e força que compõem a transmissão. 

 

Como calcular o PBT? 

Para calcular o PBT você deve somar o peso do veículo com o peso da carroceria e o peso da carga. Portanto, é a soma da Tara (T) e a Lotação (L).

Como você pode ver, é importante respeitar os limites de Tara, Lotação e PBT. Assim, você mantém os veículos da sua frota dentro da lei e com condições de rodar por aí. Essa também é uma atitude responsável, pois ajuda a preservar a segurança e a vida nas estradas. 

 

E então, quer saber um pouco mais a respeito de caminhões? Acesse o nosso próximo post e saiba tudo sobre manutenção de caminhão!