O Grupo Moura novamente é destaque no Guia Exame de Sustentabilidade, sendo eleita como a empresa mais sustentável no setor automotivo do Brasil. Em 2019, a conquista se deve ao Programa Resíduo Zero. Implantado no início de 2017, reforça e normatiza condutas ambientalmente responsáveis em todas as pontas do processo produtivo do Grupo. Nos últimos 12 meses, contabiliza números significativos de reciclagem e reutilização: o envio de resíduos sólidos a aterros caiu 30%, o que representa 550 toneladas a menos destinadas a esses locais. Além disso, a ação elevou a reciclagem de materiais antes descartados em 95%. “Até 2023, nossa meta é chegar a 100%. Não enviarmos nenhum resíduo a aterros”, reforça o diretor de Metais e Sustentabilidade do Grupo Moura, Arnolfo Menezes.

O primeiro passo foi estruturar o “Pensar Sustentável” na organização. “Primeiro pensamos em como não gerar resíduos, mas, se não for possível, criamos formas de reutilização e de reciclagem, através da conscientização de que todos somos responsáveis por tudo que geramos”, reforça Arnolfo Menezes.

Materiais classificados como papelão, plástico, paletts de madeira são os melhores exemplos de recirculação. Uma vez utilizados na linha de produção, passam por limpeza, revitalização e retornam ao uso. “Internamente, em nossas áreas, já é feito um trabalho para priorização da aquisição de produtos recicláveis. Isso, em tudo, incluindo materiais administrativos ou de produção”, destaca o diretor.

No Grupo Moura, a responsabilidade sobre o que é gerado de resíduos sólidos durante os processos percorre várias etapas, das mais elementares às mais tecnológicas. Do uso de sacos coloridos, para descarte seletivo de resíduos, passando pela forma como esse resíduo sairá das plantas industriais, cuidando inclusive do fornecedor que conduz a cadeia para o fim. Isso chega até o trabalho de conscientização dos 6.000 colaboradores, com treinamentos e atividades diversas.