Você, como mecânico, já sabe que para o automóvel andar é necessário que o motor transmita o movimento até as rodas, certo? Para isso, há um conjunto de manivelas que transfere a energia, e que conhecemos como virabrequim

Mesmo que você seja um profissional automotivo, é bom que se informe sobre o assunto. Afinal, quanto mais instruído, melhor para os seus clientes, não é verdade? 

Por isso, se você se interessou em aprender um pouco mais sobre o virabrequim, preste atenção ao artigo que preparamos. 

Siga com a leitura e conheça todas as funções deste componente automotivo e saiba como ajudar seus clientes a economizar e manter o bom desempenho de seu veículo! 

O que é o virabrequim?

É um eixo que fica na base do bloco do motor e é preso por mancais revestidos de casquilhos ou bronzinas, que permitem ao eixo do motor estar com movimento livre. Considerado um componente importante para o automóvel, o virabrequim é feito de aço fundido ou forjado. 

Como já dissemos na introdução deste post, virabrequim é o conjunto de manivelas. Ele também é conhecido como árvore de manivelas ou virabrequim

Entretanto, o que importa é sua função. A peça recebe uma força produzida pela energia gerada com a mistura de ar-combustível nas câmaras de combustão da parte superior do bloco do automóvel até a parte inferior do cabeçote do motor

Com isso, uma energia é gerada para empurrar os pistões para baixo. Entretanto, para que o pistão empurre a energia em movimento, ele precisa do virabrequim para transmitir a força da descida.

Qual é a importância deste componente para o motor do automóvel? 

O virabrequim evita o atrito direto com o bloco. Isso impede o movimento e trava o motor. Portanto, um movimento é enviado ao virabrequim e ao conversor de torque a transmissão. A partir de então, a energia vai para as rodas do veículo fazendo o carro andar. 

No caso de motores antigos ou aqueles que consideramos de grande porte, há o uso de varetas que acionam as válvulas em um comando inferior. Isso é preso no bloco e acionado pelo virabrequim. Entretanto, o mesmo eixo pode acionar outros dispositivos como a direção hidráulica e o alternador, agregados ao motor do carro. 

Também é importante lembrar que num motor a gasolina, gás natural veicular, álcool, etc ou diesel (óleo combustível), o propulsor conta com um virabrequim. Assim como nos motores alternativos, o componente também está lá. 

Continue sua leitura para saber mais sobre a importância do virabrequim!

Qual é a importância da peça para o sistema de ignição? 

Quando você vira a chave e dá a partida no carro, a bateria leva a energia até às velas de ignição e aí uma faísca é gerada para queimar a mistura de ar combustível dentro do cilindro do motor. Assim, a entrada de gases no cilindro é controlada pelas válvulas e o virabrequim ligado aos pistões aciona o comando, abrindo e fechando

Por sua vez, os pistões se movimentam para cima e para baixo, enquanto essas forças são convertidas pelo virabrequim para um movimento circular, que faz com que o automóvel ande para frente. Isso também acontece porque ele está conectado às rodas e ao volante.

Criança sentada no banco traseiro de um automóvel e ao seu lado um ursinho. Os dois utilizam o cinto de segurança.

Mantenha a segurança de seus clientes e de sua família sempre em dia! Sempre faça a manutenção preventiva do virabrequim.

Qual é a vida útil do virabrequim? 

Não é possível estimar uma quilometragem exata, pois para isso é necessário analisar vários fatores, como a forma com que o motorista conduz o veículo. Outro ponto de influência no tempo de vida útil do componente é o terreno percorrido pelo automóvel durante o tempo em questão.

Se estiver no campo, o desgaste do virabrequim será mais rápido, se for em uma cidade com poucas distâncias a percorrer, será mais lento. 

Como você viu até aqui, o virabrequim é muito importante para o bom funcionamento do automóvel. Portanto, você já sabe como orientar o seu cliente sobre a peça, pois como ela é essencial para o funcionamento do carro é preciso que o proprietário dê uma atenção especial à ela.

No entanto, baseado nessas observações, podemos dizer que o virabrequim tem uma duração de 80 mil até 250 mil quilômetros rodados. Mas, se o seu cliente não tiver cuidado com o automóvel, a peça pode não durar 50 mil quilômetros rodados. 

E é aí que você entra com a orientação de mecânico. Auxilie o seu cliente para que faça a manutenção preventiva do automóvel e evite gastos desnecessários com o motor. 

Como você viu neste artigo, o virabrequim é um componente muito importante para o carro, agora que você já sabe, poderá orientar melhor o cliente que procurar por seus serviços na oficina mecânica, não é verdade? 

E então, quer conferir outras dicas automotivas da Moura? Continue com a gente em nosso blog.  

Botão CTA