É possível mudar o mundo a partir das nossas casas, das nossas comunidades e das organizações das quais fazemos parte. As metas sustentáveis do Grupo Moura seguem patamares internacionais e servem de exemplo e incentivo para que todos os seus colaboradores adotem ações ambientalmente responsáveis em suas residências. O cuidado com o futuro do planeta não é prioridade apenas em datas como a desta sexta-feira, 05 de junho, Dia Mundial do Meio Ambiente. A Sustentabilidade é pilar fundamental da Cultura Empresarial Moura.

Enquanto a empresa está focada em grandes projetos de responsabilidade hídrica, diminuição das emissões de gases poluentes e garantia da destinação ambientalmente correta de todos os seus resíduos, empreende um amplo trabalho de engajamento dos seus profissionais, orientando-os a adotarem em suas residências pequenas ações que podem provocar grandes conquistas para o Meio Ambiente.

Durante toda esta semana foram ampliadas as orientações sobre adoção de práticas sustentáveis dentro de casa. Ações como recolher, armazenar e destinar para reaproveitamento o óleo utilizado na cozinha, evitando que siga para a tubulação de esgotamento sanitário. E construído um passo a passo de como adotar a coleta seletiva residencial e sobre o potencial da compostagem doméstica. Também são conteúdos prioritários e permanentes a gestão de energia e a economia no uso dos recursos hídricos.

“Há uma preocupação permanente de orientar, capacitar e incentivar nossos colaboradores a vestirem a camisa da Sustentabilidade e se engajarem nos projetos e ações dentro da Moura. Mas esse processo não estaria completo se não contribuíssemos para que eles aplicassem essas iniciativas em suas casas, transmitindo os conhecimentos para suas famílias, para seus vizinhos. Essa grande união em prol do planeta é o que faz a verdadeira diferença”, destaca o diretor de Metais e Sustentabilidade do Grupo Moura, Arnolfo Menezes.

 

RESULTADOS SUSTENTÁVEIS

Enquanto a cultura sustentável ganha força cada vez mais entre os colaboradores Moura, a organização avança no alcance de suas metas ambientais. Em responsabilidade hídrica, a meta para os próximos anos é atingir uma redução de 50% no consumo de água, o que representa uma contribuição social estruturadora para o semiárido nordestino, região onde está localizado o polo produtivo da Moura, em Belo Jardim (PE), o maior da América do Sul. De acordo com os últimos dados, referentes ao ano de 2019, a organização já alcançou uma redução de 40%.

Em outra frente, a Moura quer diminuir em 40% a emissão de gases poluentes. A queda até o momento foi de 31%. Para alcançar a meta foi implementado o Programa Moura de Eficiência Energética (PROME), substituído o óleo residual combustível (BPF) e o gás liquefeito de petróleo (GLP) por gás natural e formado um time especializado em desenvolver projetos de otimização dos recursos energéticos.

Já o Programa Resíduo Zero visa destinar para reciclagem 100% dos resíduos gerados pela organização. No ano passado, 550 toneladas deixaram de seguir para aterros sanitários, o que representa 95% dos resíduos sólidos da Moura.

E o Programa Ambiental Moura segue sendo referência nacional de Logística Reversa, em seus mais de 35 anos de atuação. Através dele, 100% das baterias comercializadas pela Moura são recicladas. São mais de 100 mil toneladas de baterias que deixam de ser descartadas indevidamente no meio ambiente. Todo o reaproveitamento de chumbo é realizado em uma metalúrgica própria, o que torna o Grupo Moura o maior reciclador de chumbo da América do Sul.