A válvula EGR é um componente bastante importante, não apenas para o desempenho do seu motor, como também para o meio ambiente. Essa peça atua no controle e diminuição da emissão de gases poluentes produzidos pela queima de combustível.

E com isso, além do seu papel junto ao motor, a válvula EGR também garante que o seu veículo rode sem causar tantos impactos negativos na atmosfera. 

Neste conteúdo, nós explicamos como a válvula funciona e os principais cuidados com a manutenção deste componente. Confira!

O que é válvula EGR?

Antes de saber como a válvula impacta o meio ambiente, é necessário saber quais as funções desta peça. 

A sigla EGR vem de Exhaust Gas Recirculation ou Recirculação de Gases de Escape, em português. A válvula EGR é utilizada desde os anos 1970 e atua como um dispositivo de controle do volume de emissão de gases decorrentes da combustão do combustível, como os óxidos de nitrogênio – grandes poluentes da atmosfera.

Em outras palavras, a peça funciona como um mecanismo de defesa, impedindo que haja um excesso de gases lançados na atmosfera pelo veículo. Com a válvula, é possível reduzir os níveis desses gases poluentes.

Ela também opera com a reciclagem de gases, fazendo com que essas substâncias nocivas retornem para a câmera de combustão

Mas, ainda que exista este último processo, o procedimento afeta a mistura de ar/combustível, fazendo com que essa queima se torne um pouco menos eficiente. Ou seja, o principal benefício da válvula EGR ainda é a diminuição de substâncias poluentes.

Válvula EGR e o meio ambiente

E afinal, quais são os benefícios da válvula EGR para o meio ambiente? Como o seu uso traz resultados para diminuição dos gases poluentes?

Como explicamos, o componente atua diretamente na contenção da emissão dos gases nocivos, evitando que haja uma descarga excessiva desses gases pelo escapamento após a combustão, contribuindo para uma menor poluição do meio ambiente.

Automóveis são umas das principais fontes de poluição. Isso ocorre porque, após a combustão, há uma grande quantidade de gases expelidos através do escapamento do veículo. Esses gases poluentes liberados na atmosfera afetam a qualidade do ar e, consequentemente, a saúde de toda a população.

Dessa forma, cabe a válvula EGR realizar o controle do volume de gás que será está sendo liberado, assim como determinar a quantidade de gases que serão reaproveitados pelo automóvel durante a combustão.

Por conta da quantidade de emissão de monóxido de carbono (CO) liderada por veículos todos os dias, há iniciativas como o Controle de Emissões Veiculares, criada com o intuito de mapear e reduzir os impactos ambientais causados por automóveis.

Quando fazer a manutenção da peça?

homem fazendo manutenção na válvula EGR de um carro

A válvula EGR é uma peça muito importante para o controle da emissão de monóxido de carbono (CO) na atmosfera

O uso dessa peça é indispensável, especialmente em veículos movidos a diesel e, consequentemente, muito mais poluentes. Contudo, como qualquer outro componente do carro, a peça pode precisar de uma manutenção após algum tempo. 

Desse modo, é essencial que o motorista saiba quando fazer a manutenção da peça, identificando quando ela está suja ou defeituosa. Mas como isso é feito?

Sinais de que a válvula EGR está suja

Para saber se a válvula está suja, basta ficar atento a alguns sinais que o veículo apresenta quando isso está ocorrendo:

Barulhos no motor

Um dos principais indícios de que o componente precisa de uma revisão são os barulhos vindos do motor. Sons de batida e estalos são muito comuns nessa situação.

Aumento no consumo de combustível

Quando a válvula EGR apresenta problemas, ocorre um aumento no consumo de combustível do veículo. Além disso, você irá notar alguma perda de potência no motor.

Luz do motor no painel

A maior parte dos sistemas indica problemas na válvula acendendo a luz do motor no painel do carro. Você também deve ficar de de olho sensor de temperatura, que também está presente no painel de seu veículo. 

Sobreaquecimento do motor

Por fim, outro sinal é o superaquecimento do motor. O acúmulo de sujeira faz com que o trabalho de combustão exija mais do motor, fazendo com que ele aqueça muito mais. 

Defeito na válvula EGR

Após identificar o acúmulo de sujeira na peça, é preciso realizar sua devida manutenção.

Em caso de sujeira ou de defeitos que inutilizem a peça, é indispensável levar o veículo para realizar a troca em uma oficina especializada.

Problemas na válvula EGR, além de gerar o aumento no gasto de combustível e a emissão de gases nocivos, ainda pode gerar multas para o motorista, já que infrações pelo excesso de gases poluentes estão sendo aplicadas com mais frequência em algumas cidades do Brasil.

Agora que você já sabe o que é válvula EGR, qual sua função e sua importância para o meio ambiente, aproveite para conferir outras dicas de cuidados com seu automóvel. Acompanhe nosso blog e fique por dentro de mais conteúdos como esses!

Peça sua bateria online