Os incêndios – e não os naufrágios – são as causas mais frequentes da perda de barcos. E eles quase sempre têm origem na parte elétrica. Portanto, tenha cuidado!