Desde o fim da década de 1970, o questionamento sobre abastecer com álcool ou gasolina rondam os motoristas. Mas é importante ressaltar que, para responder a esta pergunta, algumas variáveis devem ser levadas em consideração.

No cálculo básico, impera a regra de que, se o etanol corresponder a até 70% do preço da gasolina, ele é a melhor escolha, e essa conta pode ser feita até mesmo por meio de calculadoras online

No entanto, com o desenvolvimento dos motores dos carros e do próprio álcool, esse valor pode sofrer variações, podendo alcançar até mesmo a margem de 75% em alguns veículos. Por isso, no conteúdo a seguir, reunimos as principais informações sobre qual combustível compensa mais para seu automóvel. Confira!

Álcool x gasolina

carro sendo abastecido em um posto

A escolha entre etanol ou gasolina pode não ser óbvia, mas pode render uma economia importante ao fim do mês.

Os carros flex — movidos a gasolina ou etanol — estão no mercado há algum tempo. Com isso, tornou-se cada vez mais comum o questionamento sobre qual combustível compensa mais. 

Primeiramente, é preciso levar em consideração as diferenças entre esses dois combustíveis. A principal distinção entre eles se dá na sua origem. Enquanto a gasolina vem do petróleo, o álcool, por sua vez, é de origem vegetal, proveniente de recursos renováveis, como a cana-de-açúcar.

Embora ambos sejam eficientes como combustível para seu carro, eles possuem uma eficiência energética um tanto quanto diferente. De forma geral, podemos dizer que o álcool possui um rendimento energético menor do que a gasolina, o que gera um impacto econômico direto para o motorista que abastece com o mesmo.

Vale destacar que esse impacto nem sempre significa um gasto a mais. Dependendo do preço do litro de cada combustível, o etanol pode até mesmo acabar compensando.

É bom misturar etanol com gasolina?

Ao contrário do que dizem algumas pessoas, veículos flex conseguem operar com a mistura de etanol e gasolina sem problemas. A proporção desta mistura fica a critério do consumidor e não trará quaisquer danos ao seu motor. 

Por que o álcool é adicionado à gasolina?

A ação de adicionar álcool à gasolina pode ser uma opção para reduzir o valor do abastecimento, bem como elevar a octanagem (propriedade da gasolina resistir à compressão sem entrar em auto ignição) do veículo.

Álcool ou gasolina: como calcular o consumo?

Para saber qual combustível vale mais a pena, é necessário uma espécie de “calculadora álcool gasolina”. Mas não é necessário recorrer à conversão direta, disponibilizada em alguns sites e até mesmo aplicativos.

O cálculo do Inmetro tomado como padrão considera que, para saber se o álcool leva vantagem sobre a gasolina, o preço do litro do mesmo dividido pelo preço do litro da gasolina deve ser igual ou inferior a 0,7 ou 70%.

Exemplificando:

Se o preço do litro de etanol estiver custando R$ 4,05 e o da gasolina R$ 5,33, teremos o resultado dessa divisão sendo 0,75. Neste caso em específico, seguindo o cálculo básico — que não leva em conta o tipo de veículo — a vantagem fica por conta do abastecimento com gasolina.

Agora, levando em conta a modernização e evolução dos motores dos carros, essa proporção pode sofrer variações, podendo chegar até a 75%. Ou seja, o cálculo padrão que crava os 70% não é o mais certeiro, nem o mais recomendado atualmente.

A seguir, iremos te ensinar o passo a passo para saber como calcular se compensa álcool ou gasolina de acordo com seu veículo. Confira:

  • Faça a divisão do valor do desempenho do álcool pelo desempenho da gasolina (se seu veículo roda 7,2 km/litro com álcool e 10 km/l com gasolina, temos 0,72 ou 72% de rendimento com álcool (7,2 dividido por 10):

Se seu carro contar com um computador de bordo, basta anotar o gasto em quilômetros por litro de ambos os combustíveis e, posteriormente, fazer essa divisão para ver qual compensa mais. 

Caso seu carro não conte com esse equipamento, o procedimento a ser feito é encher o tanque e zerar o hodômetro parcial (ou anotar o número exato do hodômetro total). Depois disso, percorra a distância que preferir e encha o tanque novamente, dividindo o total de litros abastecido pela quilometragem rodada.

Vale destacar que, nesse segundo caso, para que o cálculo seja mais preciso, é recomendado que o motorista faça esse procedimento três vezes.

  • Calcule a relação do preço álcool/gasolina na bomba: 

Faça a divisão do valor do álcool pelo valor da gasolina (ex.: litro do álcool = R$ 3,44 e o da gasolina R$ 5,26, a relação, então, é de 0,65 ou 65%).

  • A relação de preço feita acima (65%) garante uma vantagem econômica para o motorista que escolher álcool para abastecer o tanque do seu veículo.

Vale ressaltar também que, caso o resultado desse cálculo feito for igual a 0,72 ou 72%, como calculado no item 1, o consumidor também economizará ao abastecer com álcool.

É melhor abastecer com álcool ou gasolina 2021?

De acordo com um levantamento recente feito pela empresa de logística Ticket Log, mesmo com a gasolina sofrendo constantes elevações de preço neste ano, optar por ela é a melhor opção em boa parte do Brasil. Como exceção, temos dois estados em que o álcool é mais vantajoso: Goiás e Mato Grosso.

Para garantir qualidade e bons preços para desfrutar ao máximo de seu veículo, leia outros posts de nosso blog e conte também com nossos serviços