O Detran exige o Certificado de Segurança Veicular (CSV) quando o automóvel é modificado pelo proprietário do veículo. As modificações são permitidas pela Resolução 292/2008 do Conselho Nacional de Trânsito (Contran).

No entanto, muita gente tem dúvidas sobre o que é CSV e, se você é uma dessas pessoas, leia até o final o nosso artigo! 

O que é CSV do veículo?

Você deve sempre portar o Certificado de Segurança Veicular se o seu carro possuir alguma configuração de fábrica modificada. O documento é emitido pelo Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia (Inmetro).

Ele também é exigido pelo Departamento Estadual de Trânsito (Detran), para que as alterações feitas no veículo sejam protocoladas. Em outras palavras, o procedimento resulta na emissão de um novo Certificado de Registro do Veículo (CRV). 

É importante ressaltar que todas as modificações permitidas estão na Resolução do Conselho Nacional de Trânsito (Contran) 292/2008. Ele também indica os procedimentos para a circulação do automóvel seguir os requisitos de segurança. 

Por que é importante manter o Certificado de Segurança Veicular atualizado?

Com o Certificado de Segurança Veicular, você prova que seu automóvel está em dia com a legislação e com as modificações permitidas. Além disso, o CSV atesta a segurança do carro. 

Dessa forma, o CSV valoriza o veículo na hora da venda, pois mostra que você tem responsabilidade com o carro. Outra importância do Certificado de Segurança Veicular é que ele é essencial para o motorista guiar o automóvel quando: 

  • há modificações nas configurações de fábrica;
  • substitui o combustível por GNV;
  • recupera o veículo após um acidente de trânsito;
  • o condutor é deficiente físico. 

Como obter o Certificado de Segurança Veicular?

Folha de sulfite com contrato sendo assinado por uma pessoa segurando uma caneta para explicar Como obter o Certificado de Segurança Veicular

Seu carro é modificado? Não esqueça de sempre estar com seu CSV

Para obter o Certificado de Segurança Veicular, você deve procurar o Detran da sua cidade. Em seguida, ir ao órgão de inspeção de segurança veicular e ver se as mudanças no automóvel estão de acordo com a lei. 

Por fim, você saberá quais as empresas credenciadas e especializadas em inspeção veicular.

Como emitir laudo Certificado de Segurança Veicular?

Você deverá ter os seus documentos em mãos e o Certificado de Registro do Veículo (CRV) e o Certificado de Registro de Licenciamento (CRLV) para conseguir o laudo de Certificação de Segurança Veicular. 

Depois você terá que ir até a vistoria credenciada do DENATRAN. Nesta fase é realizada a inspeção dos itens que foram alterados ou reparados no automóvel, para em seguida, aprovar ou não a circulação do veículo. 

O que é Certificado de Segurança Veicular e a vistoria?

O CSV é obrigatório para os veículos com configuração de fábrica modificada, como sistema de iluminação, alterações na suspensão e instalação de Gás Natural Veicular (GNV) prevista na Resolução 292/2008. 

Já a vistoria avalia as condições de circulação dos carros. Ela checa os equipamentos obrigatórios e confirma a legitimidade da propriedade. Além disso, confere se as características originais do veículo foram modificadas e se estão regularizadas. 

Com isso, a vistoria impede que os automóveis que não atendem essas especificações sejam legalizados e possam rodar livremente por aí. 

A vistoria deve ser feita quando há necessidade de transferir a propriedade (compra/venda). Mas também é importante quando há regularização da documentação do veículo ou quando muda de domicílio. 

Quanto quem realiza o trabalho, o serviço é feito pelo Detran ou por uma pessoa jurídica habilitada pelo órgão. As empresas credenciadas recebem as orientações estabelecidas pelo Conselho Nacional de Trânsito (CONTRAN) por meio da Resolução 466/2013 e demais legislações em vigor. 

Nesta vistoria, são analisados itens como sistema de iluminação, elétrico, sinalização, rodas e equipamentos obrigatórios. 

Quanto custa para fazer o Certificado de Segurança Veicular? 

Pilha de moedas pratas em cima de notas de dinheiro para representar Quanto custa para fazer o Certificado de Segurança Veicular

O CSV garante economia e nenhuma dor de cabeça na hora de deixar seu carro como você gosta!

O custo para o CSV vai depender do tipo de alteração no automóvel. Por exemplo: no caso de rebaixar o veículo, você poderá gastar em torno de R$2  mil. 

É bom lembrar que esse valor inclui gastos com oficina mecânica e todo o processo de emissão do Certificado de Segurança Veicular. Já no caso da instalação do Gás Natural Veicular, você poderá desembolsar até R$4 mil. Esse valor inclui procedimentos mecânicos e emissão do CSV.

Viu como o Certificado de Segurança Veicular é importante para o automóvel? Agora você já sabe que se fizer alguma modificação na configuração do seu veículo, terá que ter esse Certificado e andar com ele, não é mesmo?

Gostou do conteúdo? Leia o nosso próximo post sobre o que é CRLV e quais documentos um veículo precisa! 

Ah, e se precisar de uma nova bateria automotiva, conte com  as baterias Moura, indicadas pelas maiores montadoras de automóveis do País.