Entender como funciona a marcha de carro é importante para manter a vida útil do sistema de transmissão do automóvel. Os cuidados refletem no desempenho do veículo e na economia de combustível.

Portanto, não dar atenção aos detalhes, pode causar prejuízo para o proprietário do veículo. 

No entanto, como funciona a marcha de carro, como usá-la adequadamente e quais os principais cuidados para evitar os desgastes prematuros? Todas essas perguntas serão respondidas neste artigo. Acompanhe a leitura! 

Como funciona o sistema de transmissão do automóvel? 

Em primeiro lugar, você precisa entender o que é o câmbio. Esse dispositivo é formado por um conjunto de engrenagens que regulam o torque e a velocidade do automóvel. Assim, a potência do motor é repassada para as rodas do carro. Nos automóveis com motores dianteiros, o movimento se inicia do volante do motor para a embreagem.


Em seguida vai para a caixa de câmbio e passa pelo eixo de transmissão até chegar ao diferencial e as rodas traseiras do veículo. Por sua vez, o sistema de transmissão é formado pelo diferencial, que transforma o torque em movimento para as rodas; embreagem, que interrompe o torque do motor e harmoniza a passagem de velocidade entre o motor e a caixa de câmbio.


E por último, a caixa de marchas, que multiplica a força ou a velocidade vinda do motor do carro e permite que o veículo suba e desça morros ou ande em uma reta. É importante frisar que a cada troca de marcha de carro, a rotação do motor varia. Portanto, quanto menor a marcha, maior a força e a rotação do motor. 

No caso contrário, quanto maior a marcha, maior a velocidade e menor a rotação do veículo. 

Como usar a marcha do carro adequadamente? 

Todo automóvel tem uma alavanca de câmbio com um desenho que indica a marcha do carro. O ponto morto fica entre a 3ª e 4ª marchas. A partir dele você irá engatar a marcha que desejar. Veja, a seguir, o que fazer: 

1ª marcha 

Parte interna de um veículo de luxo, mostrando volante, bancos e câmbio de marcha de carro

Se você quer preservar ao máximo o seu veículo é necessário entender como usar a marcha de carro corretamente.

Desloque a alavanca de leve e para a esquerda (para o seu lado) e empurre para frente. A primeira marcha só serve para você sair com o automóvel e, dependendo da ladeira, subir. 

2ª marcha

Para engatar a 2° marcha de carro é necessário deslocar a alavanca para a esquerda e para trás. Se o automóvel estiver em movimento com a 1ª marcha, você deverá puxar a alavanca para trás. 

3ª marcha 

Muitas pessoas têm dificuldades de colocar a terceira marcha de carro. No entanto, basta você deslocar a alavanca para o meio e para frente. O segredo para passar essa marcha é fazer tudo de forma suave.

4ª marcha 

Para engatá-la, você deverá deslocar a alavanca para o meio e para trás. Se você estiver em movimento, no caso, usando a 3ª marcha, deverá puxar a alavanca para trás.

5ª marcha 

Na quinta marcha de carro, você deverá movimentar a alavanca para a direita e depois para frente

Nos dias de hoje, os automóveis têm um dispositivo que avisa que você engatou a ré. No entanto, caso o seu veículo seja um mais antigo, é necessário acionar o dispositivo de segurança da alavanca de câmbio. Ele pode ser em formato de anel, um botão ou encaixe especial para você puxar e empurrar a alavanca.

É importante destacar que na maioria dos automóveis, a marcha à ré fica localizada na extremidade da esquerda, ao lado da 1ª marcha. 

Imagem mostra parte interna de um veículo antigo, volantes, bancos e marcha de carro

Em veículos antigos torna-se ainda mais importante saber utilizar a marcha de carro, a fim de conservá-la da melhor forma!

Como aumentar ou reduzir a marcha de carro? 

Se você é motorista de primeira viagem ou tem dificuldades ao dirigir, saiba que a prática de direção mostrará a hora certa de aumentar ou reduzir a marcha de carro. Geralmente, é necessário observar o barulho do motor do automóvel e a força. Motoristas mais experientes costumam dizer que o próprio carro “pede” a marcha. 

Portanto, quando o motor do veículo emitir um barulho mais forte e o carro não responder à pisada no acelerador, você deverá aumentar a marcha de carro. Já se o motor perder a potência e começar a “engasgar”, a marcha será reduzida. Outra dica é observar o relógio de conta-giros no painel do automóvel. 

O ponteiro deverá estar entre 2 e 3 (ou entre 20/30, dependendo do modelo do seu painel). Se ele estiver abaixo de 2, você pode reduzir a marcha. Se estiver acima do 3, aumentar.

Quais os principais cuidados para não ter desgastes prematuros? 

Agora que você já sabe mais sobre marcha de carro, confira abaixo quais são os principais cuidados para evitar desgastes prematuros:

  • Pise na embreagem até o fundo;
  • Evite a mão no câmbio;
  • Utilize a alavanca apenas para trocar as marchas;
  • Ligue o automóvel e depois saia sempre com a 1ª marcha.

Viu como é importante entender tudo sobre a marcha de carro? Agora que você conhece o sistema de transmissão do seu automóvel, cuidará para que ele não apresente problemas, não é mesmo? 

Gostou do conteúdo? Continue com a gente em nosso blog e fique por dentro de mais dicas automotivas!

Botão CTA