A manutenção preventiva é fundamental para cuidar do seu veículo, ajudando a evitar falhas e a degradação mais rápida de peças e itens.

Diferente de uma manutenção corretiva, que busca resolver o problema em si e demanda mais gastos, a manutenção preventiva tem o objetivo de evitar problemas.

Mas você sabe como fazê-la? Algo que alguns motoristas não sabem é que é possível realizar um planejamento de manutenção. Esse planejamento, por sua vez, é indispensável para quem busca garantir a vida útil das peças e sistemas do veículo.

Sendo assim, para te ajudar a entender o que é e como fazer a manutenção preventiva, separamos neste artigo um conteúdo completo. Continue a leitura e saiba mais!

O que é manutenção preventiva?

Antes de mais nada, para saber como fazer a sua manutenção preventiva e elaborar um bom planejamento, é preciso saber o que ela é.

De acordo com a NBR-5462, esse tipo de manutenção visa prevenir problemas que possam surgir em seu carro, feita de tempos em tempos. Para isso, são considerados intervalos de tempo predeterminados e alguns critérios específicos para cada peça.

Manutenção preventiva e corretiva: quais as diferenças?

De modo geral, podemos dizer que a manutenção preventiva e corretiva apresenta diferenças bem precisas entre si. 

Na primeira, o objetivo é o de verificar as condições de determinadas peças e de todo o sistema do veículo, minimizando quaisquer riscos de surgimento de defeitos a curto e médio prazo.

Por outro lado, quando falamos em manutenção corretiva, já há uma ação para corrigir, alguma falha ou defeito que impeça o funcionamento normal do veículo.

Ou seja, a diferença entre a manutenção preventiva e corretiva consiste nas ações aplicadas às peças ou ao sistema de um determinado automóvel.

Enquanto uma busca prevenir problemas, avaliando condições e o estado do veículo de modo geral, a outra busca corrigir efetivamente quaisquer irregularidades que já existem.

Como elaborar um planejamento de manutenção preventiva

Quando falamos em manutenção de prevenção, cabe lembrar que existe o que chamamos de planejamento.

Esse tipo de plano nada mais é do que um documento onde são registradas as atividades de manutenção do tipo preventiva, como, por exemplo:

  • Frequência em que as manutenções foram feitas;
  • Periodicidade das ações preventivas;
  • Localização e estado do equipamento;
  • Materiais ou peças usados;
  • Responsáveis pelas ações de prevenção.

Em geral, o planejamento de manutenção preventiva deve ser feito como uma espécie de roteiro, servindo de base para quem irá realizar a manutenção.

Com isso, dentro do plano de manutenção de prevenção, devem ser colocadas todas as informações que ajudem na avaliação e tomada de decisão.

Mas como exatamente é feito esse planejamento?

Elaborando o seu planejamento

Apesar de ser uma necessidade, elaborar um planejamento de manutenção de prevenção não é uma tarefa tão fácil.

Primeiramente, é preciso entender que o plano e manutenção pode ser feito através de algumas ferramentas que te ajudam nesse processo. Em geral, o que você deve fazer é reunir algumas informações importantes, como:

  • Serviços que devem ser feitos;
  • Período em que tais serviços devem ser realizados;
  • Quem será o profissional responsável pela manutenção;
  • Quais peças, materiais e sistemas devem ser avaliados;
  • O tempo gasto em cada serviço e revisão;
  • Os custos relativos ao serviço, por unidade ou peça;
  • Materiais utilizados para a manutenção.

Algumas ferramentas do cotidiano podem ser usadas para organizar os pontos citados acima, como o Excel ou o Word, por exemplo. 

E também há ferramentas específicas para elaboração do planejamento de manutenção preventiva. Dentre elas estão softwares como o SAP-PM e o TOTVS.

Outro fator fundamental é a definição do tipo de manutenção a ser realizada.

homem fazendo manutenção preventiva no capô de um carro

A manutenção preventiva é essencial para manter a segurança de seu veículo e também te ajuda a economizar com manutenção corretiva

Manutenção de inspeção

É a manutenção feita de forma mais simples, realizada para avaliar estado e condições de peças e sistemas sem uma análise mais profunda.

Manutenção baseada no tempo

Tipo de manutenção feita com base no tempo de utilização do veículo ou de outras manutenções anteriores. Ela tem por objetivo substituir ou restaurar peças e componentes que envelhecem e perdem sua usabilidade com o tempo.

Manutenção baseada nas condições

Por fim, temos a manutenção preventiva baseada nas condições da peça e componentes. Ela é feita com base em resultados e análise de inspeções feitas periodicamente.

Com isso, há um maior acompanhamento das partes avaliadas para detecção de sinais de falhas ou defeitos

Por que elaborar um plano de manutenção?

Mas o que faz do planejamento de manutenção de prevenção algo tão importante para os cuidados com seu veículo?

Em primeiro lugar, um dos principais benefícios em ter um plano de manutenção de prevenção é evitar gastos desnecessários. Assim, você evita de arcar com gastos maiores com uma manutenção corretiva.

Além disso, com um planejamento bem elaborado, os gastos com mão de obra, tempo ou peças também é menor.

Isto é, com um bom plano de manutenção preventiva, o trabalho é otimizado com foco para avaliações mais precisas, o que chega a trazer um tempo de produtividade muito maior e, consequentemente, menos gastos e mais lucros.

A importância da bateria

Agora que você aprendeu tudo sobre a manutenção preventiva de seu veículo, já sabe da importância de cada um dos componentes para o bom funcionamento do todo, certo? 

A bateria é uma das partes fundamentais de qualquer automóvel. Para que os outros itens de seu carro funcionem bem, é necessário que sua bateria esteja sempre em ordem. Para isso, escolha sempre uma bateria de qualidade, de uma marca conceituada e que ofereça segurança.

No mourafacil.com, você conta com a melhor opção em baterias automotivas e também com o certificado de garantia da Moura.

Peça sua bateria online