Apesar de possuírem a mesma tecnologia, as baterias automotiva e estacionária são recomendadas para aplicações distintas.

Há quem pense em usar baterias automotivas para aplicações estacionárias, como nobreaks, geração de energia eólica, solar, entre outras. Porém, esse é um grande erro. As baterias estacionárias possuem um ciclo de vida maior do que as automotivas para atender às funcionalidades a que são destinadas. Por isso, ela proporciona segurança de fornecimento e acúmulo de energia necessária para quando é solicitada.

As baterias automotivas são feitas para estarem sempre carregadas (função exercida pelo alternador dos veículos) e fornecer uma grande quantidade de corrente em um curto período de tempo, necessário para dar partida no motor. Uma vez que o motor esteja funcionando, o alternador encarrega-se de mantê-la sempre carregada.

Já as baterias estacionárias são projetadas para ciclos de descarga profundos. Com placas de chumbo mais espessas, elas suportam quantidades maiores de ciclos de carga e descarga, uma necessidade para atender à demanda por esse tipo de uso. Dessa forma, elas podem sofrer até 80% de descarga sem prejudicar a sua vida útil.

Então, descubra a bateria ideal para garantir o sucesso do seu negócio, sem aumentar os seus custos e não causar problemas ao funcionamento da sua empresa.