Neste artigo, trouxemos 5 dicas automotivas sobre os principais cuidados com o carro com os quais você, motorista, deve ficar sempre atento. Diferente do que muitos acreditam, realizar a revisão e manutenção do veículo é algo bem simples. Porém, mais do que simples, esses cuidados com o carro devem ser tomados com certa frequência.

Sendo assim, para te auxiliar a entender mais sobre como evitar o mau estado de conservação, separamos aqui essas dicas automotivas. Continue a leitura e saiba mais!

5 dicas automotivas: os cuidados mais importantes com seu carro

Como você já deve saber, os cuidados com o carro são indispensáveis, não apenas para auxiliar na manutenção do veículo, mas também para garantir toda a segurança que o motorista e os passageiros precisam. É justamente por isso que se faz tão necessário seguir as dicas automotivas que destacamos a seguir:

Avalie a correia dentada

Começamos a lista de dicas automotivas com um item básico, mas essencial para garantir o funcionamento do motor: a correia dentada.

A correia dentada é o item que liga o eixo-comando de válvulas ao virabrequim do motor, auxiliando em seu funcionamento, sincronismo e possibilitando a abertura e fechamento de válvulas.

Em geral, o recomendado é que você realize a revisão da correia dentada a cada 10 mil quilômetros, ou, caso não rode tanto, de seis em seis meses.

Revisão periódica dos freios

Outro item essencial com o qual você deve manter cuidados constantes são os freios. Eles são itens básicos de segurança e todo cuidado adotado aqui é pouco.

Sendo assim, procure sempre realizar uma revisão periódica e até mesmo fazer uma manutenção preventiva. O tempo recomendado para isso, em geral, está especificado no manual de cada veículo, mas o ideal é que você faça a troca das pastilhas de freio ao atingir 25 mil km rodados.

Rodas e pneus

Imagem de um especialista seguindo algumas dicas automotivas para melhorar o veículo

Cuidar de rodas e pneus é uma das dicas automotivas mais importantes que trazemos, pois esses componentes garantem a segurança do motorista e dos passageiros do veículo.

Junto com os freios, as rodas e os pneus também estão relacionados à segurança do motorista e demais ocupantes do veículo. Logo, é muito importante fazer a manutenção periódica desses dois itens.

Pneus em más condições estão entre os principais motivos de acidentes nas vias e estradas.

Faça a revisão do conjunto de suspensão

Além das rodas e dos pneus, você também precisa fazer a revisão de todo o conjunto de suspensão. Afinal, essa estrutura é o que sustenta o seu veículo e evita que outros problemas surjam decorrente de impactos em pistas irregulares.

Procure acompanhar o desgaste das peças e faça, sempre que possível, uma substituição do que for necessário.

Verificar o óleo do motor e do câmbio

O óleo do motor é responsável por reduzir o atrito e evitar o desgaste dos seus componentes, enquanto o óleo do câmbio funciona como um lubrificante da caixa de câmbio e suas peças internas.

Além disso, o período de troca de ambos é diferente. O óleo do motor deve ser trocado após 5 a 7 mil km rodados. Enquanto isso, o óleo do câmbio deve, ao menos, ser checado periodicamente a cada 10 mil km, completando até atingir o nível ideal.

Problemas causados por mau estado de conservação

Imagem de duas especialistas checando as dicas automotivas e realizando reparos no veículo

As dicas automotivas contribuem para evitar multas causadas pelo mau estado de conservação do veículo.

Agora que você já conferiu nossas dicas automotivas e sabe quais são os cuidados que deve tomar com seu veículo, é preciso entender também quais são os problemas causados pelo mau estado de conservação do seu automóvel.

Isto é, além dos defeitos e falhas causados pela falta de manutenção, você ainda pode sofrer com outro tipo de problema: as multas

Problemas por falha na manutenção

Primeiramente, é preciso entender que o mau estado de conservação, em geral, é causado por falhas na manutenção.

Deixar de fazer revisões e manutenções no seu veículo aumentam a chance de problemas e falhas, especialmente sem seguir as dicas automotivas que citamos acima.

Mas afinal, quais são os principais problemas decorrentes dessa falha? Confira abaixo uma pequena lista com os principais:

  • Falha nos amortecedores;
  • Pneus desgastados ou danificados;
  • Falta de água no radiador;
  • Tensão na correia dentada;
  • Falta de óleo na caixa de direção hidráulica;
  • Problemas elétricos.

Multas por mau estado de conservação

Apesar de nem todos saberem, dirigir um veículo em mau estado de conservação é passível de multa no Brasil. O exemplo mais comum é dirigir um veículo com pneus desgastados, ou seja, “careca”.

Contudo, as multas também podem ser aplicadas em outros casos bem comuns:

  • Lataria com danos ou sinais de corrosão;
  • Portas ou porta-malas amassados ou partes presas com arames;
  • Bancos soltos;
  • Para-brisas danificado na área de visão do motorista.

Ou seja, além de possível danos estruturais no veículo devido à falta de manutenção, você ainda corre o risco de ser autuado em uma infração de trânsito, podendo até mesmo ter o seu carro apreendido.

Sendo assim, é bem importante manter o seu carro bem conservado, o que é bem mais fácil seguindo nossas dicas automotivas! Além disso, sempre verifique o manual de seu veículo, para saber o que o fabricante está indicando sobre a periodicidade das trocas de peças. 

E lembre-se: você também pode contar com as baterias Moura para garantir um excelente funcionamento no sistema elétrico do automóvel. São diversos modelos para atender aos diferentes tipos de veículos, oferecendo durabilidade para as peças e segurança ao motorista e passageiros!

 

botão CTA que leva até o mourafacil.com