O corpo de borboleta (TBI) foi fabricado para substituir o carburador. A peça também ajuda no desempenho dos automóveis atuais. Entre os seus benefícios, ela é a grande responsável pela admissão de ar controlada eletronicamente nos veículos

No entanto, para que ela funcione perfeitamente é necessário saber como e quando limpá-la. E é sobre esse e outros assuntos que vamos falar neste post. Confira mais essa dica da Moura!

 

Qual é a função do corpo de borboleta (TBI)? 

O corpo de borboleta (TBI) é a peça que, atualmente, tem função similar ao carburador. Nos carros atuais é controlada pela ECU, Unidade de Controle Eletrônica, que é a tecnologia por trás da injeção eletrônica do automóvel que envia a quantidade correta de combustível ao motor.

Com certeza, você que é mecânico já tinha ideia sobre a função do corpo de borboleta, não é verdade? Entretanto, vale a pena relembrar o assunto, pois quando essa peça foi criada, ela funcionava apenas com o cabo de acelerador e do atuador de marcha lenta. Assim, o ar admitido no sensor de posição da borboleta era controlado e monitorado. 

Desta forma, a informação era enviada para a ECU, onde era calculada a quantidade de combustível que deveria ser injetada. Em contrapartida, o atuador da marcha lenta controlava a abertura pelo motor de passo (by pass) e possibilitava a quantidade suficiente de ar.

Entretanto, a modernidade chegou e os automóveis evoluíram. Com isso, o corpo de borboleta passou a ser controlado pela ECU. Assim, as mudanças ocorreram, como o pedal do acelerador que passou a ter um potenciômetro, que transforma e mapeia a tensão na abertura do corpo de borboleta

Desta maneira, a velocidade de ar é admitida e controlada por vários sensores do motor, como o de fluxo de ar (MAF) e o sensor de temperatura do ar dos quais a sonda lambda é a mais importante. 

Portanto, a sonda lambda avisa para a ECU se a mistura de ar+combustível está rica ou pobre. Por fim, a ECU injeta a quantidade correta de combustível para o automóvel andar. 

 

Por que o corpo de borboleta suja? 

A falta de manutenção do filtro de ar e do respiro do óleo são grandes responsáveis pela sujeira no corpo de borboleta. Quando a limpeza do filtro é feita da maneira errada, o resto do corpo fica sujo e isso danifica os componentes da peça. 

Por descuidar da limpeza, você é obrigado a trocar o corpo de borboleta por completo, pois a peça passa a não trabalhar mais com a mesma eficiência que antes. 

Homem sorrindo ao volante

Mantenha-se sempre atualizado sobre as funções dos componentes automóveis, como o corpo da borboleta, e garanta uma direção segura!

 

Por que limpar o corpo de borboleta e ficar de olho nessa manutenção? 

Dentre os principais motivos para você limpar o corpo de borboleta temos que ela previne o acúmulo de resíduos, mantém a preservação de componentes do automóvel, evita prejuízos e preserva o motor do automóvel. Sendo assim, ela se torna essencial para o bom desempenho do seu veículo!

Prossiga sua leitura para entender como a manutenção da limpeza do corpo da borboleta atua em cada um destes itens:

Previne o acúmulo de resíduos 

Automóveis são bens que precisam de toda a atenção do proprietário e também de quem presta serviços de manutenção preventiva. Com a limpeza do corpo de borboleta em dia, seu cliente não terá problemas com o acúmulo de resíduos e danos na peça. Por isso, você deve orientá-lo para fazer a limpeza de maneira correta. 

Preserva vários componentes do automóvel 

O corpo de borboleta limpo também preserva alguns componentes do automóvel, pois evita as irregularidades na marcha lenta. A manutenção correta do corpo não contribui com o acúmulo de sujeira na borboleta e, com isso, você verá uma diferença ao dirigir, pois não terá problemas com a marcha lenta e a aceleração do veículo. 

Evita prejuízos

A gente sempre escuta das pessoas mais experientes que prevenir sempre é o melhor remédio, certo? Portanto, você que é mecânico de automóveis, saiba que uma sujeira no corpo de borboleta pode ser simples, porém provoca muitos prejuízos. Isso porque, quando uma das partes da peça não funciona bem, todo o sistema se sobrecarrega. 

Preserva o motor do automóvel 

Se o corpo de borboleta estiver sujo e não funcionar direito, o seu cliente poderá ter falha no motor do automóvel e perda de potência. Por isso, é importante fazer a manutenção do corpo e orientar seu cliente para que fique de olho nas datas para a próxima revisão automotiva. Afinal, é bom dar uma checada em todos os dispositivos do automóvel, não é mesmo? 

Como limpar o corpo de borboleta?

  • Abra o capô e desligue o terminal negativo da bateria;
  • Localize o corpo de borboleta;
  • Separe o tubo do filtro de ar;
  • Com a ajuda de uma fita adesiva marque todas as mangueiras que terá que remover para chegar ao tubo;
  • Desmonte o tubo;
  • Tome cuidado para não desligar as ligações elétricas e as mangueiras
  • Pulverize o produto de limpeza no acelerador e na superfície interna do componente;
  • Remova a sujeira do corpo de borboleta com uma escova ou um pano macio;
  • Use toalhas de papel e remova os resíduos do produto de limpeza;
  • Limpe com um pano seco.
Mulher posando na foto na frente de um carro em manutenção

Os melhores conteúdos sobre corpo da borboleta e todos os componentes de um automóvel você encontra no blog da Moura!

Viu como o corpo de borboleta é importante para o automóvel e como é fácil limpá-lo? Agora que você já sabe, poderá orientar seus clientes quanto a importância da limpeza na peça, não é verdade? 

E se você, motorista, não se sentir seguro em fazer esse tipo de procedimento em seu carro, procure um mecânico de sua confiança!

Aproveite e faça uma especialização para oferecer serviços específicos de manutenção. Seja um verdadeiro destaque em sua área de atuação

E então, gostou de mais essa dica automotiva? Aqui no blog da Moura sempre temos novidades sobre manutenção preventiva e dicas em geral. Quer ler mais conteúdos? É só continuar com a gente!