Enquanto com os carros a nomenclatura para falar de cilindradas é representada por um escalonamento — dois números separados por ponto (1.0, 1.4, 2.0, etc) —, no caso das motos, a cilindrada de motor é expressa por meio de um número inteiro — o qual é tão importante que vem muitas vezes escrito até no nome do modelo da motocicleta (biz 125, CB 650F, CG 160 Titan, etc).

Mas, afinal, você sabe por que as cilindradas de uma moto possuem tanto destaque quando o assunto é qual modelo escolher? Velocidade, potência, força. Todos esses fatores estão diretamente relacionados com cilindrada de motor, mas não significam a mesma coisa. 

Pensando em te ajudar a entender mais sobre o tema, preparamos o conteúdo a seguir. Continue a leitura e fique por dentro de tudo!

O que é a cilindrada de uma moto?

Toda moto tem sua cilindrada medida em centímetros cúbicos, que é uma medida de volume. A cilindrada indica justamente o volume que a mistura ar + combustível ocupa dentro do cilindro do motor. 

Em motos com mais de um cilindro, a cilindrada é determinada pela soma do volume de cada um dos cilindros. Por exemplo, como a Tornado é 250 e tem um cilindro, o volume de ar combustível é de 250 cm³. Já a Hornet, é 600 e possui quatro cilindros em linha, o que significa que cada um dos cilindros tem 150 cm³.

Para que serve a cilindrada?

Basicamente, a cilindrada serve para escalonar quanto do volume da mistura ar + combustível em litros o motor consegue queimar a cada movimento do virabrequim — componente que compõe o motor. 

Portanto, a cilindrada de motor serve para quantificar essa capacidade de queimar o gás combustível a cada rotação dos pistões.

Relação da cilindrada com a qualidade do motor

A cilindrada do motor tem relação direta com a qualidade do mesmo, no entanto, é importante ressaltar que são três os pontos principais que vão definir quais as melhores motos — o que pode variar também de acordo com seu estilo de vida e seus objetivos.

Os cilindros são responsáveis por garantir mais estabilidade, interferindo na qualidade da mesma, mas para além da quantidade de cilindros, na ficha técnica da moto, atente-se para outros aspectos, como cavalos de potência e quilos de torque.

  • Quanto mais cavalos de potência a moto tiver, mais velocidade final ela terá;
  • Quanto mais quilos de torque a moto tiver, mais arrancada ela terá;
  • Quanto mais cilindros a moto tiver, mais estabilidade ela terá.

Portanto, são esses três fatores, juntos, que indicarão qual o motor com mais qualidade.

Potência x torque da moto

Outro ponto que caracteriza a qualidade de um motor é sua capacidade de gerar velocidade e força. O que determina a capacidade de aceleração de uma motocicleta e, consequentemente, sua velocidade final é a potência do motor. A potência, normalmente, é indicada por cavalo vapor (cv) ou simplesmente cavalos. 

Além da potência, é preciso força para fazer com que uma motocicleta parada comece a se mover ou mantenha a velocidade na subida. Se, por exemplo, a moto está com um peso extra, proporcionado por um garupa, essa força do motor é ainda mais necessária. O que determina a força do motor é o seu torque — o qual é medido em quilograma força metro (kgf.m)

A moto CG 150 Sport, por exemplo, se destaca pelo desempenho produzido devido a um comando bravo e um carburador a vácuo, os quais admitem mais ar e combustível, melhorando a potência e o torque do motor. 

Em suma, quanto maior a potência, maior a velocidade final da moto. Já o torque proporciona segurança em ultrapassagens, transporte de garupa e subidas. 

Levando em consideração esses fatores, podemos dizer que, entre outras qualidades e competências, é a partir do domínio dessas tecnologias, as quais trazem inúmeras inovações ao mercado de duas rodas, que é possível definir as melhores motocicletas do mundo. 

Qual é a cilindrada recomendada para cada tipo de uso?

cilindrada de motor

Ao escolher uma moto, a quantidade de cilindradas deve ser levada em consideração, de acordo com o uso do automóvel.

  • 50 cilindradas — muito buscada por iniciantes como a primeira moto, esse modelo é ideal para quem quer percorrer distâncias curtas, não sendo indicada para andar em vias de alta velocidade;
  • Scooters menores (125-250 cilindradas) — muito recomendadas para quem busca uma moto prática, sem marchas e que possui porta-objetos. É uma moto que garante muita praticidade, ideal para quem a utiliza para deslocamentos diários;
  • 125/150 cilindradas — consome menos combustível que as scooters, sendo muito indicadas para quem anda bastante com a moto, utilizando-a a trabalho, por exemplo, como ocorre com os mototaxistas;
  • 250/300 cilindradas — um pouco mais próximas das esportivas, as motos com essas médias cilindradas são indicadas para pilotos mais experientes que estão buscando novos desafios;
  • A partir de 350 cilindradas — essas são consideradas as motos esportivas, indicadas para motociclistas que já possuem experiência e buscam motos mais potentes. Esses modelos não são recomendados para deslocamentos do dia a dia, pois possuem manutenção cara e o consumo de combustível também é mais alto.

Gostou do conteúdo acima? Para mais informações a respeito do universo automotivo, acesse nosso blog e, se precisar trocar de bateria, já sabe, né? Acesse o nosso site e conte com os melhores produtos do mercado!