Fazer a calibragem de pneus é uma tarefa indispensável. Com ela você pode diminuir tanto o desgaste do conjunto, quanto os riscos de acidente.

Porém, é preciso entender que cada pneu possui uma calibragem própria, sendo necessário que você, motorista, saiba como realizar o procedimento para o seu tipo de pneu.

Sendo assim, para te auxiliar a entender como fazer a calibragem de pneus corretamente, separamos aqui um artigo completo, com tudo o que você precisa saber. Confira!

A melhor frequência para calibrar os pneus                

Em primeiro lugar, vamos tirar aquela que talvez seja a maior dúvida a respeito da calibragem de pneus: qual a frequência certa para fazer?

Não basta apenas saber como calibrar pneu, é preciso entender quando o procedimento deve ser feito.

Diferente do que muitos imaginam, saber de quanto em quanto tempo é preciso fazer a calibragem é bem simples. Em geral, o ideal é que você faça o processo a cada 15 dias, em condições normais de uso.

Em algumas condições específicas, a frequência para calibrar os pneus pode mudar um pouco. Nos dois casos mais comuns, temos:

  • A cada 30 dias, para veículos com pouco uso mensal;
  • Após 500km rodados, para veículos de circulação constante.

Porém, é importante que isso seja feito quando os pneus estiverem frios, rodando no máximo 3 quilômetros até o local onde eles serão calibrados.

Como saber a calibragem de pneus

Obedecendo a frequência correta, você garante uma melhor manutenção dos pneus, além de evitar um maior desgaste e prejuízo, como o aumento no consumo de gasolina, por exemplo.

Mas não basta somente saber de quanto em quanto tempo a calibragem de pneus deve ser feita, também é preciso saber como fazê-la. E para isso, é necessário entender como saber a calibragem de pneus.

Você deve saber qual a pressão certa para os pneus do seu veículo. Para isso, basta conferir a informação que é facilmente localizada no adesivo interno da tampa do combustível ou no manual de instruções, na parte que trata a respeito dos pneus.

Em alguns veículos, essa informação também é colocada em um adesivo em uma das portas dianteiras.

Agora que você já sabe como descobrir a calibragem de pneus, o próximo passo é entender como fazer esse procedimento. Vamos lá?

Como fazer a calibragem de pneus

Imagem de um especialista realizando a calibragem de pneus

É importante fazer a calibragem de pneus da forma correta para evitar problemas maiores.

Com a informação sobre a pressão correta para o pneu do seu carro, você já pode inserir o nível certo no equipamento encontrado nos postos de gasolina.

Em resumo, basta colocar a pressão que você deseja para fazer a calibragem de pneus e, em seguida, posicionar a mangueira diretamente no ‘bico’ do pneu. Aguarde até que seja emitido o sinal sonoro, indicando que o pneu já está calibrado.

Repita o procedimento nos demais pneus e não se esqueça de tampar o ‘bico’ novamente com a tampinha, evitando o desgaste mais rápido da calibragem que você fez.

Diferenças de calibragem entre os pneus

Vale lembrar aqui que, em muitos casos, há a indicação no próprio veículo de que a calibragem de pneus traseiros pode ser diferente dos dianteiros.

Isto é, a pressão do pneu traseiro costuma ser mais elevada em comparação ao pneu dianteiro. Isso é feito levando em consideração também o peso que pode ser transportado.

Em geral, o recomendado é que você coloque de duas a três libras a mais no conjunto de pneus traseiros, especialmente ao transportar carga.

Leia o manual do fabricante, já que essa recomendação é, em geral, indicada por cada um, de acordo como tipo de modelo do veículo.

Por que saber como calibrar pneu?

Em resumo, é através da calibragem de pneus que você garante uma melhor manutenção do seu conjunto e, consequentemente, evita um desgaste maior, economizando até a compra de um novo jogo.

Mas não é só isso! Entender como saber a calibragem do pneu do seu veículo garante ainda que o condutor possa evitar riscos. Isso porque ao ser realizado de forma errada, o procedimento pode causar alguns problemas.

O primeiro, e mais comum, é o aumento no consumo do combustível. Um pneu mal calibrado pode aumentar em até 25% o seu consumo.

Além disso, como já dissemos, quando não feita do modo correto, a calibragem pode gerar um desgaste excessivo da carcaça do pneu.

E, por outro lado, quando ela está acima do ideal, o veículo perde aderência ao solo, o que, por sua vez, pode comprometer a segurança do condutor e passageiros, aumentando os riscos de acidentes.

Sendo assim, é bem importante que você saiba como calibrar pneu, aumentando a vida útil do veículo e garantindo sua segurança.

E para garantir ainda mais conforto, segurança e estabilidade para seu carro, a Moura oferece as melhores baterias como solução. Conte com nossos produtos para manter seu carro sempre com um excelente funcionamento!

botão que leva até o mourafacil.com