As baterias estacionárias e automotivas podem ser embutidas pela mesma tecnologia e também por tecnologias distintas, como nos casos das baterias ventiladas (eletrólito livre) e das baterias VRLA (eletrólito imobilizado). No entanto, o mais importante é entender que elas são recomendadas para aplicações distintas. Tem motoristas que acham que as baterias automotivas podem ser usadas em nobreaks, geração de energia solar, eólica, entre outras. No entanto, isso é um grande erro.

As estacionárias possuem um ciclo de vida maior do que as automotivas para atender às funcionalidades a que são destinadas, como sistemas de telecomunicações e de energias alternativas, por exemplo. Por isso, elas proporcionam acúmulo de energia e segurança para quando são solicitadas. 

Já as baterias automotivas são feitas para estarem sempre carregadas e fornecerem uma grande corrente em curto período de tempo. E é isso que é necessário para a partida do motor, uma vez que ele esteja funcionando. Já o alternador, é o encarregado de sempre manter a bateria carregada.

Mas quais são as outras diferenças entre as baterias estacionárias e automotivas? Neste post você vai entender um pouco mais do assunto. Você também vai saber qual é a melhor bateria e onde encontrar cada peça. Ficou interessado em aprender tudo com a gente? Então, acompanhe!

O que diferencia as baterias estacionárias das automotivas?

A seguir, você vai aprender os principais fatores de diferenciação entre esses dois tipos de bateria: 

Ciclo de descarga

As baterias estacionárias são projetadas para ciclos de descarga mais profundos. Elas possuem placas de chumbo que são mais espessas e suportam quantidades maiores de ciclos de carga e descarga. Desta forma, a depender da aplicação, as estacionárias sofrem até 100% (10,5V) de descarga sem prejudicar a sua vida útil. Já as automotivas, como já mencionamos no post, foram projetadas para estarem sempre carregadas e, assim, trabalharem para o bom funcionamento do automóvel.

Polos e certificações

Outras diferenças são quanto aos polos e certificações. A bateria automotiva possui um polo em formato de cone e as estacionárias levam um terminal que conta com parafuso e porca. No segundo caso, o funcionamento acontece de maneira simplificada e eficaz, características que fazem com que a peça tenha resistência e vasta vida útil.

Também é importante ressaltar que as baterias estacionárias destinadas exclusivamente para aplicações em sistemas de telecomunicações necessitam, obrigatoriamente, da certificação da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel). Os laboratórios licenciados podem ser utilizados na geração dessas certificações e, por sua vez, o mesmo nem sempre acontece com as baterias automotivas.

Toxicidade

É certo que tanto as baterias estacionárias quanto as automotivas emitem hidrogênio e vapor de ácido sulfúrico no processo de descarga e recarga. Entretanto, nas automotivas ventiladas, esse vapor se dissipa rapidamente, pois a emissão é muito baixa e a bateria fica abaixo do capô separando a cabine dos passageiros. 

Nas baterias automotivas VRLA, a emissão de gases é interna e com isso não há a necessidade de posicioná-la no vão motor. Por isso, em alguns casos encontramos a bateria abaixo do banco do motorista. No caso das estacionárias, o processo de emissão pode ser o mesmo da VRLA, porém, devemos levar em consideração o local de instalação das baterias, visto que pode causar danos físicos dependendo da quantidade de baterias instaladas e da ventilação do ambiente.

tipos de baterias, como as baterias estacionárias, em um depósito de lixo

É importante entender como descartar e qual a toxicidade tanto das baterias estacionárias quanto das automotivas.

Qual é a melhor bateria?

Como já dissemos no início deste post, a tecnologia empregada na confecção das baterias estacionárias pode ser a mesma nas baterias automotivas. No entanto, a constituição interna e as aplicações, como você também já viu, são diferentes.  Mas qual é a melhor bateria? Cada uma delas será melhor dependendo da aplicação atribuída a ela e de acordo coerência na aplicação elas terão performances diferentes, por isso, o importante é saber escolher o tipo certo de acordo com a função a ser executada.

Onde encontrar as melhores baterias estacionárias e automotivas?

Se você deseja saber onde encontrar as melhores baterias estacionárias e automotivas, comece pelo site da Moura. No portal, você encontra uma página onde é possível achar o revendedor mais próximo da sua casa. Além disso, a Moura também tem a plataforma digital Mourafácil.com, na qual você digita o nome da sua cidade e logo tem acesso aos modelos de automóveis que utilizam bateria Moura.

Com todo esse serviço de comunicação, fica mais fácil encontrar tanto a sua bateria estacionária quanto a automotiva. Você também pode contar com o auxílio de profissionais que poderão tirar todas as suas dúvidas a respeito das peças. A Moura oferece uma linha de baterias para carros que se divide em baterias Moura, Moura EFB e Moura AGM. Já as estacionárias são divididas em linhas Clean, Nobreak VRLA, Nobreak Ventilada e Solar. Cada bateria é utilizada para um tipo de finalidade.

botão que leva até o mourafacil.com

E aí, gostou do nosso conteúdo? Quer conferir mais artigos como este? Acesse o nosso próximo post e confira um pouco mais sobre as baterias estacionárias!