A bateria AGM foi pensada especialmente para veículos de alta performance e que exigem muito das baterias, como os carros com start stop. Portanto, trata-se de uma tecnologia perfeita para quem valoriza o melhor desempenho em seu automóvel.

Mas como essa bateria funciona? Quais as diferenças desta bateria para as convencionais? Essas são algumas das perguntas que a Moura te ajudará a responder neste artigo. Acompanhe a leitura!

O que é uma bateria AGM e como ela funciona?

A bateria AGM (Absorbent Glass Mat) é destinada para automóveis de alta performance que exigem baterias mais potentes. Em português, AGM significa “manta de fibra de vidro absorvente”.  Isso quer dizer que essa bateria tem como principal característica a absorção total da solução ácida (eletrólito) em seus separadores.

Para você ter ideia, este tipo de bateria já conquistou muitas montadoras. Algumas até preferem utilizar a bateria AGM na maioria de seus projetos, tudo para garantir ao consumidor o máximo desempenho.

O que há de novo nessa tecnologia?

Ao optar pela tecnologia AGM, você contará com uma das melhores baterias do mercado. A tecnologia desta peça é mais avançada e alimenta alguns dos mais exigentes veículos e acessórios do mercado. Além disso, uma bateria AGM é extremamente segura e oferece o triplo de resistência das baterias convencionais, sendo indicada para os sistemas eletrônicos mais avançados. 

Essa bateria dispensa totalmente manutenção, assim como as baterias flooded e EFB. Além disso, ela oferece energia máxima durante um tempo muito maior que o comum. Por conta disso, pode-se dizer que a bateria AGM foi criada para suportar condições extremas.

No caso da Moura AGM, ela possui tecnologia VRLA AGM que proporciona baixa liberação de gases e redução do consumo de água. É um produto que possibilita uma partida mais eficiente e garante a transferência de corrente maximizada. A Moura AGM também trabalha com baixa descarga espontânea e dura três vezes mais ciclos que uma bateria convencional.

diversos carros estacionados que usam a bateria AGM

Um sistema inovador e com alta eficiência, assim é a tecnologia embutida na bateria AGM.

Quais as diferenças da bateria AGM para a bateria convencional?

Vamos conhecer melhor as principais características que diferenciam essa inovadora tecnologia das baterias tradicionais:

Bateria convencional

A bateria convencional é aquela que é produzida com a combinação de placas de chumbo positivas e negativas. Essas placas são mergulhadas em uma solução de ácido sulfúrico e água, formando a tecnologia mais utilizada para a produção de baterias automotivas em todo o mundo. 

A maioria dos veículos utiliza esse tipo de bateria, entre eles estão modelos de carros populares, sedãs, SUVs, hatches e picapes das mais diversas marcas.  Outra diferença entre a bateria AGM e a convencional é em relação a garantia da peça, enquanto na bateria AGM você tem 24 meses de garantia, na convencional, são apenas 18.

Isso faz com que a bateria AGM tenha a preferência de alguns consumidores. Afinal, quanto maior a garantia, mais tranquilidade, não é mesmo?  

Bateria AGM

Além da garantia mais longa, existem várias outras vantagens que diferenciam a bateria AGM da convencional. Ao invés da bateria convencional que, como dissemos, é mergulhada em uma solução de ácido sulfúrico e água, as baterias AGM contam com uma tecnologia muito mais complexa, que traz inúmeros benefícios.

Assim, além das placas de chumbo e da solução de ácido e água, existe um componente extra para a produção dessas baterias: os separadores de fibra de vidro absorvente, que também dão nome à tecnologia (Absorbent Glass Mat).

A solução é absorvida nestes separadores de vidro, de forma que o ácido não fica livre. Além disso, como a tecnologia impede vazamento e deslocamento da substância, ela é mais resistente à vibração e pode ser instalada em qualquer posição, sem riscos adicionais.

estrada deserta por onde passa um carro com a bateria AGM

Se o seu carro precisa de uma bateria de alto desempenho, a bateria AGM é a melhor escolha.

Em quais situações as baterias AGM são as mais indicadas?

A seguir estão duas das principais circunstâncias em que as baterias com tecnologia AGM são as mais eficazes, confira:

Veículos start stop

Automóveis com o sistema start stop são aqueles cujo motor desliga automaticamente quando o carro para, sendo ligado novamente quando entende que o motorista quer movimentar o veículo novamente.

Nesses sistemas, a bateria precisa ser recarregada rapidamente com a energia fornecida pelos sistemas de freio regenerativo, uma vez que a ferramenta faz com que o motor entenda os momentos certos em que precisa ser ligado ou desligado. Além das baterias AGM, a bateria EFB da Moura também é excelente para estes veículos. 

Para conhecer ainda melhor essa tecnologia que não para de se popularizar, dê uma olhada no infográfico a seguir:

infográfico sobre a bateria AGM

O sistema start stop também ajuda na economia de combustível, para você ter ideia, carros com essa tecnologia economizam em média 8% de combustível. E você também encontra modelos de automóveis mais em conta com este sistema disponível. Veja a lista que preparamos com alguns dos automóveis:

Jeep Compass

O Jeep Compass 2020 vem com direção automática de 9 velocidades e tração integral. Ele conta com sistema start stop, airbags frontais, nova central multimídia Uconnect com tela sensível, Apple Carplay e Google Android Auto.

Chevrolet Tracker

O Chevrolet Tracker 2020 é um SUV compacto que conta com um motor turbo flex, o mesmo usado como Cruze sedã e Cruze Sport6. A transmissão é automática de seis velocidades, mas também tem a opção de trocas manuais. 

Chevrolet Cruze

Já o Chevrolet Cruze 2020 é considerado um sedã médio da marca americana. Ele tem um visual moderno e possui uma dose extra de tecnologia e um motor turbo eficiente de até 153 cavalos de potência. 

Fiat Toro 1.8 e 2.4

A Fiat Toro 1.8 e 2.4 surgiu como uma picape compacta. O veículo virou referência no segmento de picapes e conta com um navegador GPS e vários recursos que dependem de uma bateria automotiva para funcionar. 

Renault Logan

O Renault Logan vem com motores SCe 1.0, 12V com 82 cv de potência, e 1.6 16V com 118cv. O Logan é mais econômico. O automóvel é flex e serve para toda a família. 

VW Golf Highline

O Golf Highline tem motor 1.4 TSI e 140 cavalos de potência. Ele faz de 0 a 100 em 8,4 segundos e velocidade de 212km/h. O câmbio é manual de seis marchas ou DSG de sete.  

Veículos de alta performance

Os veículos de alta performance são aqueles com motores que chegam ao limite da potência permitida por suas configurações. No entanto, para dar conta do aumento de potência e garantir a durabilidade da peça, muitos componentes internos do motor são reforçados. Alguns automóveis vem com cavalete mais robusto e, além disso, o cilindro hidráulico e a bomba também são mais resistentes.

Outro diferencial é relativo aos sistemas de fixação dos motores, pois são isolados com coxins para minimizar ruídos e vibrações. Assim, os motores de alta performance usam cavaletes rígidos que possibilitam uma conexão mais precisa com o casco.

Dentre os automóveis considerados de alta performance, podemos destacar:

BMW M5

O BMW M5 honra a tradição de alta performance dos modelos BMW M, que são automóveis com fãs em todo o planeta, desde o início de suas atividades, na década de 70. O esportivo BMW M5 utiliza a nova versão do motor 4.4 V8 biturbo com 600 cavalos de potência, que automóvel faz o novo M5 acelerar de 0 a 100 km/h em apenas 3,4 segundos e  atingir os 200 Km/h em 11,1 segundos.

Já a velocidade máxima chega a 305 km/h com pacote M Driver, presente em todos os carros M no Brasil. Até o fim de 2018, a marca ofereceu um curso de pilotagem para os compradores de modelos da linha. O M5 estreia também mais uma inovação, o sistema M xDrive de tração integral (4WD), desenvolvido especialmente para veículos de alta performance.

Utilitários da Mercedes

interior de um carro moderno que usa a bateria AGM

Carros de alta performance como diversos modelos da Mercedes precisam de baterias potentes como a bateria AGM da Moura.

A Mercedes AMG tem dois utilitários esportivos de alta performance. Trata-se do GLC 63 4MATIC+, e GLC 63 S 4MATIC+ Coupé.  Os modelos são equipados com motor 4,0L, de 476 cv, e de 510cv na versão cupê. O modelo é o único SUV médio de luxo a contar com o motor V8 biturbo. O câmbio é automático de nove marchas.

Chevrolet Camaro

O Camaro tem o icônico motor V8 desde sua primeira geração. Ele ficou ainda mais agressivo com a nova transmissão de 10 velocidades e o câmbio otimizado para performance que entrega uma resposta sensacional nas pistas. Possui motor 6.2L V8 e acelera de 0 a 100 em 4,2S. Um super carro que precisa de uma super bateria, não é mesmo?

Ford Mustang

O Ford Mustang tem um motor 5.0 V8 naturalmente aspirado com 466 cavalos, tração na traseira, câmbio automático de dez marchas e faz de 0 a 100km/h em 4,3 segundos. No entanto, é um veículo que também é preparado para ser usado no dia a dia. Além disso, possui painel totalmente digital e configurável e suspensões acertadas para o Brasil, ou seja, ele não raspa a carroceria em qualquer lombada ou valeta.

Agora que você entendeu o que é a bateria AGM e descobriu se você precisa de uma, ficará mais fácil na hora de escolher a peça, não é verdade? Não importa se você tem um veículo start stop ou de alta performance, o importante mesmo é você ter uma bateria de qualidade!

Se chegou a hora de trocar sua bateria e quiser ter o mínimo de trabalho e preoucação possível, conheça a Mourafácil.com e peça sua bateria:

botão CTA que leva até o mourafacil.com

Quer ler mais conteúdos como este? Continue acompanhando nosso blog e se mantenha atualizado sobre as novidades.